viernes, enero 20, 2006

REAL MADRID x SEVILHA

Estimados leitores, no último domingo, dia 15 de janeiro, fui assistir o jogo entre Real Madrid e Sevilla no Estádio Santiago Bernabeu. Desde que cheguei em Madrid, programava minha ida ao estádio para ver de perto nossos craques brasileiros e, digo com toda certeza, valeu a pena esperar. O jogo foi um dos melhores do Real no campeonato Espanhol. A emoçao teve início na chegada ao estádio. Para quem estava acostumado a assistir os jogos do Brasiliense no Mané Garrincha, em Brasília, vir ao Santiago Bernabeu foi uma diferença enorme. O estádio é belíssimo e a organizaçao na entrada é exemplar. Nao se vê nenhum tumulto e os assentos sao todos numerados. Há vários funcionários orientando os torcedores. Apesar do assento ser um pouco apertado, você pode se acomodar muito bem e desfrutar do espetáculo. E que espetáculo!. Antes do apito inicial houve um minuto de silêncio. Todos respeitaram e nao se ouviu um único ruído. Quando o Juiz autorizou o início do jogo, todo o estádio estremeceu. A torcida madrilenha estava bem animada, já que o time vinha de uma vitória de 4x0 pela Copa do Rey, contra o Atletic de Bilbao. Mal deu tempo de me ajeitar na cadeira e o Real fez o primeiro gol, aos 06´min. Um passe sob medida de Zidane. Aliás, em minha opiniao, um dos maiores jogadores de todos os tempos e o melhor, atualmente, em sua posiçao. O Real Madrid estava num ritmo alucinante. Nem parecia o time comandado por Wanderlei Luxemburgo. Apático e defensivo. A torcida só calou aos 15 minutos, quando o brasileiro Luiz Fabiano, ex-Sao Paulo, marcou para o Sevilha, depois de um rebote de Casillas. Chovia muito na hora do jogo e a bola corria bastante no gramado perfeito. Por isso o jogo estava com uma velocidade impressionante. Robinho, como sempre buscava jogo. Pedia a bola, partia para o gol, driblava, dominava, dava passes certeiros e tentou alguns chutes ao gol, mas nao teve sorte. Júlio Batista está sendo muito criticado porque nao está rendendo o mesmo quando jogava no próprio Sevilha no ano passado. Mas se esforça e busca jogo. Cicinho estreou como titular (ja havia entrado no segundo tempo na partida anterior) e foi muito elogiado pela imprensa e pela torcida Madrilenha. As manchetes dos jornais afirmam que já conquistou a torcida. Roberto Carlos nao rendeu o de costume e foi substituído e é um jogador intocável no time, apesar de suas declaraçoes de que nao vai renovar com o real no final do ano que vem. Aos 12 minutos do segundo tempo, Zidane marcou o primeiro gol, após cobrar um penalti sofrido por Robinho. E aos 25´Mais uma vez Zidane, após um passe fantástico de letra de Guti. Quando parecia que o jogo estava fácil para o Real Madrid, Ocio marcou o segundo do Sevilha, aos 45 minutos. Mas a noite era de Zidane. Já nos descontos, aos 48 minutos do segunto tempo, fez o terceiro gol. Pela primeira vez em sua carreira o craque Francês marcou três gols em uma única partida. Ao final do jogo, o técnico do Sevilha Juande Ramos declarou: "Sevilha sai de Madrid com a cabeça erquida. Foi um jogo precioso." Foi um jogo inesquecível para mim. Bem, quanto a Ronaldo....Neste jogo nao fez falta.

0 Comments:

Publicar un comentario en la entrada

Links to this post:

Crear un enlace

<< Home